Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Keila

Eu à vi.
mas ela nem notou...

Os meus olhos caminharam e se perderam
em seu negro olhar, em seus belos lábios,
nesses seus dois gêmeos picos...

Eu à vi,
mas ela nem sabe...

Meus pensamentos são dela,
minha poesia de aprendiz também,
também os meus sonhos mais livres,
mas ela nem sabe...

Eu vi,
fiz esses versos...

Outros lerão,
talvez dois, quatro, seis, ou mais...
Mas os olhos que deveriam ler não vão...
Poeta Devaneador
Enviado por Poeta Devaneador em 30/07/2006
Código do texto: T205076

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (cite Itamar Eduardo Gonçalves de Oliveira e eduardogoncalves@hotmail.fr) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Devaneador
Rondonópolis - Mato Grosso - Brasil, 29 anos
82 textos (3896 leituras)
1 e-livros (99 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:26)
Poeta Devaneador