Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pecados que levam ao céu

Para ir ao céu não precisei morrer
Bastou estar em teus braços
Aninhada, sedenta de prazer
Aberta, desatando todos os laços.

Percorri tuas entranhas,
Sorvi cada gota tua,
Suguei cada momento,
Experimentei todo movimento

Embalei numa sintonia perfeita.
Deliciei-me com todo cheiro,
Possuí cada célula do teu corpo.
Encontrei tua alma, entreguei-me inteira.

Por uma noite permiti conhecer e usufruir
Cada um dos pecados capitais.
Na cobiça te desejei intensamente.
Na luxúria te amei ardentemente.
Saboreei teu corpo, querendo-te mais e mais.
Como um vício.
Tive inveja dos outros corpos que passaram pelo teu.
Mas soberbamente, senti-me superior a todos.
Fui mesquinha por querer-te meu, só meu, eternamente.
E depois de amar-te tanto
E deliciar-me como a maior e a mais feliz das pecadoras,
Caí, delirando, na lânguida preguiça... ainda sentindo suas carícias.

Então acordei... sorrindo.
E quando percebi que tu eras um sonho,
Tive um ímpeto de fúria...
Chorei... gritei... amaldiçoei Morfeu e todos os deuses.

Ao perceber que nada iria trazer-te à realidade,
Entreguei-me à rotina dos dias, das horas,
Sonhando acordada com o céu a que me levaste.
Rosimere Ferreira
Enviado por Rosimere Ferreira em 01/08/2006
Código do texto: T206615
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosimere Ferreira
Porciúncula - Rio de Janeiro - Brasil
116 textos (6349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:31)
Rosimere Ferreira