Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORES da nossa memória

Branco, branco de cal, sempre na tela
Nos povoa a memória, nos enche a vista.
Rodapé azul, grená, barra amarela
Cultura de povo, nascente de artista.

Castanho-ocre da paisagem ressequida
Verde-cinza dos montados e olivais
Preto de viúva, primavera-verde, já esquecida
Florescente no seu tempo, até nos matagais.

Searas verdes, malmequeres, rubras papoilas
Giestas, urzes, jeans em rosadas moçoilas
Apanhando a espiga nos trigais.

Trigo louro, talha barroca num altar
Azulejo, azeite, mesa, tinto, pão alvar
Branco, Absoluto, fome nossa, de mortais.


Francisco Carita Mata (anos 80: 87/88?)
Francisco Carita Mata
Enviado por Francisco Carita Mata em 05/08/2006
Reeditado em 05/08/2006
Código do texto: T209606
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco Carita Mata
Portugal, 62 anos
5 textos (83 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:19)