Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lua


Olhas no escuro,
Com teu olho só.
De longe te cravas
Iluminando as ruas.
Fazendo de conta que ficas,
Que brilhas,
Que sabes.
És a mesma de anos,
De séculos recorrentes,
De campos, cidades,
Amores e cantos.
És a visita calada , a jovem muda.
Com tua veste repetida
Encantas o Sol.

Ele te empresta sua luz.
Faz todo mundo saber
Que pertences a seu reino
Mesmo querendo fugir.
Contas mentiras à Terra
Dizendo-te amante do Sol,
E passeias pelo escuro
Esnobando teu fulgor.

Fazes notícias de dia,
Enquanto ele trabalha,
E as espalhas nas cidades
Dizendo que voltarás.
O Sol te ama : tu sabes!
Ele te espera escondido,
Te busca , te acha, te acende.
Depois lhe contas que mentes,
Que nunca o deixarás.

Dizes a ele que pode,
Porque  Poder ele tem.
Sobre planetas e mundos,
Sobre Ti, com brilho dele.


Nas mentiras que contas
Ele te ama e venera.
Sente-se preso e enorme
E não consegue explicar
o teu domínio de fêmea,
és tão pequena!!

Então o deixas, te escondes
De novo tudo começa.
Te fantasias de cheia,
só pra poder provocar
e numa noite guardada
mínguas de tanto prazer.







Marieta
Enviado por Marieta em 10/08/2006
Código do texto: T213658
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marieta
São Paulo - São Paulo - Brasil
15 textos (224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:13)
Marieta