Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERSEVERO NA SEMEADURA

Há sempre um tempo de espera
entre a semeadura e a colheita
para o crescimento das plantas,
tempo de construção das condições da vida,
de observação da água, da luz,
do ar na superfície das raízes.

Apesar do ciclo da vida ser tão breve,
persevera o jardineiro exigente
e no amaino da terra não se cansa
para depois cultivar em profusão
roseiras, cravinas, temperos e perfumes.

E na destruição benfazeja,
arrancando sem piedade:
os inços, picões e tiriricas.
Porque a poda faz parte,
a capina faz parte da vida,
depois de tudo terminado
os ingredientes construtores
fazem crescer as rosas em segredo.

Ah a rosa, das flores é a minha preferida,
todos já sabem desde a Grécia antiga
que nasceu por certo do corpo de uma ninfa,
que recolheu a formosura de Afrodite
juntando o néctar dionisíaco
com a forma esculpida por Apolo.

José Luongo da Silveira
Enviado por José Luongo da Silveira em 12/08/2006
Código do texto: T214472
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Luongo da Silveira
Santa Maria - Rio Grande do Sul - Brasil
78 textos (1180 leituras)
1 e-livros (50 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:25)
José Luongo da Silveira