Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE TEMPOS EM TEMPOS

Os deuses não dormem
Os mortais se enganam
A eternidade é pra poucos
Os corações se machucam
Pois a morte e´pra todos
E ainda choramos
Nos reunimos em circulos
Celebrações e arrependimentos
E também perdoamos
Assim seguirá, a humanidade andando
Em circulos e ciclos viciosos
Pois de tempos em tempos
Se renovam os cultos
Sempre novas crenças
De tantos Deuses,e novos mitos
E os sinais estrelas que caem
De tempos em tempos
Se renovam os templos
Pois os deuses não morrem

luiz barcelos
Enviado por luiz barcelos em 13/08/2006
Código do texto: T215186
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luiz barcelos
Cosmópolis - São Paulo - Brasil
6 textos (111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:30)