Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inocência

Minha pele morena
Põe nos olhos o brilhar
De forma serena
Põe doce o amar
Palavras tão frias
Que queimam ao tocar

Meu olhar diabólico
E tristeza angelical
De um jeito bucólico
Torno-te chacal
Sedento e faminto
Põe-se a cegar

Tão indefesa, tão meiga
Ponho-lhe a duvidar
Sou uma inocente vampira
Nos corações a vagar

Uma guerreira, uma deusa
Um demônio, ou um anjo?
Cada canto, um conto
Cada verso, um pranto



Estro de Mulher
Enviado por Estro de Mulher em 15/08/2006
Reeditado em 16/08/2006
Código do texto: T216727
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Estro de Mulher
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil
24 textos (1766 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:00)
Estro de Mulher