Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA CIDADE

Ao róseo clarão a névoa se esvanece,
a madrugada vem chegando mansamente,
num misto de conforte e calma cresce
a  beleza que fere o olhar da gente.
 
Levanto e vou à janela escancarada,
o orvalho cai dos telhados lentamente
e minha cidade dorme, dorme iluminada
na quietude deste céu amanhecente.
 
A madrugada pouco e pouco avança,
já o sol as calçadas vem beijar contente,
em São Gabriel, cidade da esperança,
é dia ...  a vida recomeça persistente.
José Luongo da Silveira
Enviado por José Luongo da Silveira em 17/08/2006
Código do texto: T218372
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Luongo da Silveira
Santa Maria - Rio Grande do Sul - Brasil
78 textos (1180 leituras)
1 e-livros (50 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:34)
José Luongo da Silveira