Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vazio

Não há palavras
Para falar
O que não pode ser falado...
Não há como
Se explicar
O que não pode ser explicado...
Só sei que, quando eu
Me enxergo com meus olhos,
Alguma coisa em mim
Me diz que eu deveria
De alguma forma falar,
De alguma forma explicar
O que jamais poderia...

Não há canções
Para cantar
O que não tem melodia...
Não há sorrisos
Para encarar
O que não tem simpatia...
Só sei que, quando eu
Me enxergo com meus olhos,
Alguma coisa em mim
Me diz que eu deveria
De alguma forma cantar,
De alguma forma encarar
O que achava que não podia...

Não há olhos
Para me olhar
E eu fico assim parada...
Não há nada
Pra conversar
E eu então fico calada...
Mas sei que, quando eu
Me olho com meus olhos,
Sem olhos pra me olhar,
Sem nada pra falar,
Alguma coisa em mim
Me diz que eu deveria
De alguma forma tentar,
Quem sabe, ter mais alegria...

Rio/Dezembro/1995
Danielle Lins
Enviado por Danielle Lins em 20/08/2006
Código do texto: T221019
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de Danielle Lins - www.daniellelins.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Danielle Lins
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
104 textos (7230 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:18)
Danielle Lins

Site do Escritor