Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUITO ESTRANHO...

Não suporto mais tantas coisas,
Sem ter a tua presença...
Para desfrutar de tudo isto.
A loucura se apodera e, eu
Começo a sonhar, com os nossos sonhos...
Que ninguém jamais vai sonhar,
Nossos sonhos, que ninguém nem nós
Podemos transformar em realidade.


Tantas vezes, quis ficar livre,
Liberta, solta,
Apenas para te amar...
Amar sem ter que dar ou exigir nada
Amar... Poder tocar, falar, acariciar,
Brincar...Assim como a lua,
Que consegue brincar no teu rosto.



As coisas se tornam estranhas para mim,
E, quando eu ligar...
Chegar perto de ti,
Falar...Pedir por favor...
Se um dia eu chegar , muito louca
Saibas que para mim,
Os momentos foram poucos...
E, o que eu estou querendo dizer-te.
O que eu quero...
É que cuides bem de mim...
E que possas me amar,
De um modo estranho para os outros,
Possas me amar...
De um modo muito estranho, para o mundo.
Mas muito especial para mim.

              LEINECY PEREIRA DORNELES
      Fundadora e 1a. Presidente da POEBRAS/CASSINO-
      Rio Grande.
     Membro efetivo da Academia Rio-Grandina de Letras.
leinecy
Enviado por leinecy em 05/06/2005
Código do texto: T22321

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
leinecy
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 68 anos
239 textos (16770 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:12)
leinecy