Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entrego os pontos

Entrego os pontos, me desarmo
Infeliz que sou, um bastardo
Entregue a sorte ou ao diabo,
Um tolo a imaginar-se amado.

Infinidade de erros, condenado
À própria loucura, um tresloucado
Que pensa em não pensar, desolado
Por se fazer e ainda não ser notado.

Degraus desço, desconsolado
Por noites frias, um fracasso
É o que me vem à mente, embasbacado
Pela inútil vontade de ser desejado.

Sim, confesso, eu fui desajeitado
Entregando os pontos e os cortes fechados
O sangue não mais escorre, ficou manchado.
Pena... eu realmente estava apaixonado.
Alberto da Cruz
Enviado por Alberto da Cruz em 24/08/2006
Código do texto: T224635

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite Alberto da Cruz e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alberto da Cruz
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
201 textos (24147 leituras)
15 áudios (1092 audições)
6 e-livros (1207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:16)
Alberto da Cruz