Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERSOS DE CANTARIA

Sorvo dos cântaros
a água da vida
e emito cantares
de mitos e veros.

O verbo cantado
em formas de versos,
em pedra, gravado,
eterno, inda jaz.

Compostos e meros
entoam nos ares,
na terra, nos mares,
no nada, no cosmo.

Gravadas em calor,
de ira e de amor,
as rimas balsáticas,
alcançam a meta.

Em liga metálica
de sã poesia
o verso é perpétuo,
igual cantaria.


( do livro VERSOS DE CANTARIA
Caxias – Maranhão – 1986)
Firmino Freitas
Enviado por Firmino Freitas em 25/08/2006
Código do texto: T225334
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Firmino Freitas
São Luís - Maranhão - Brasil, 72 anos
9 textos (324 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:03)
Firmino Freitas