Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Plano Inclinado

Perdidamente em cada passo dado
A cada ganho falho de sonhos e nada
Sou o meu herói em mim mesmo
Venço e refaço meu coração em pesos

Estou confuso e vazio e mentindo
A mim mesmo em cada passo dado
Em surdina, levanto as dores ao desfazer
Cada vitória na vida espantada, escuramente

E as aulas e as leias que regem
Os corpos nos densos sonhos de manhã, amanhã?
Amanhã haverá o sol mais denso e cheio
Que a labuta-vida-severina-faz-refez

E o completamente nada se faz em mim
Fingindo ser o nada de mim
Penso e brinco de ser o herói dos heróis
Na falha dos sonhos em cada desejo longínquo

É o fim de mim a cada vitória disfarçada
Ser felizmente breve e correto em cada vazio que me completa
Vazio do lânguido e irreconhecível ser, apenas
O denso e leve ser em construção ser leve e denso o.

10-7-2006

iuRy
Enviado por iuRy em 26/08/2006
Código do texto: T225902
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
iuRy
Olinda - Pernambuco - Brasil, 28 anos
71 textos (1342 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:17)
iuRy