Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema para um Amor - XIV

Há um mistério vívido
Revelando em meu olhar
Gestos só por ti conhecidos
Habita-me uma noite de estrelas
Se me descobres em tua voz
E silencio flagrada pela vida
A dizer-me que anseio toda ela assim
Não é miragem o arrepio
Que te sussurra em minha pele
Nem o contorno do teu desejo
A confessar-se em minhas mãos

Deito os olhos sobre o azul
Nesta hora tardia e lânguida
Em que apenas tuas palavras
Percorrem-me todos os sentidos
Insinuas-te em meu pensamento
E fantasio-te na linguagem inequívoca
E docemente atrevida de dizer-me tua
E mesmo antes de seres abraço
Meu corpo acolhe as tuas vontades
Tantas vezes mansamente pronunciadas
Em silêncios disfarçando verdades

© Fernanda Guimarães



Fernanda Guimarães
Enviado por Fernanda Guimarães em 26/08/2006
Reeditado em 25/08/2008
Código do texto: T226032
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Guimarães
Fortaleza - Ceará - Brasil
430 textos (64364 leituras)
9 áudios (1782 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:46)
Fernanda Guimarães