Capa
Cadastro
Textos
┴udios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA └ LUA

POEMA A LUA
Mercedes Pordeus
 
Lua que testemunhas tantas alegrias e tristezas
Tantos sonhos realizados, outros desfeitos
Lua, que estás tão longe e ao mesmo tempo tão perto de nós
Que nos causa tantas felicidades e seus efeitos.
 
Lua, criação  que nos foi oferecida pelo Criador
Para nos acompanhar, e ao nosso lado caminhar
Bastando para ti olhar,  à tua magnitude nos atermos
Para concluir,  quão tamanha tua grandeza.
 
Lua, belas inspiraçãoes nos ensejas
És poema aos namorados que ao te olharem versejam
Lua, que estás aí pertinho de  DEUS
Diz-me, onde estão os meus que partiram?
 
Que foram para tão longe de mim, transcederam
Será, oh! linda lua que deles também  és testemunha?
No infinito onde te encontras, onde Deus te colocou
Sabiamente, esse mistério só pertence a Ele, e quem sabe a ti!
 
Soberana Lua...
A realidade perceptível é só uma : musa inspiradora
Continuas a ser a mais bela dos enamorados
E daqueles que com sabedoria a ti direcionam os olhares.
Mercedes Pordeus
Enviado por Mercedes Pordeus em 06/06/2005
Cˇdigo do texto: T22627
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mercedes Pordeus
Recife - Pernambuco - Brasil, 61 anos
66 textos (5834 leituras)
5 ßudios (198 audiš§es)
9 e-livros (699 leituras)
(estatÝsticas atualizadas diariamente - ˙ltima atualizašŃo em 08/12/16 12:24)
Mercedes Pordeus