Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dança carnal



Ruivas,  loiras!
Negras e morenas
Deusas a pecar
Despem-se do moralismo
Acariciando-se sem limites
Pele com pele
Numa dança carnal!
Na loucura do desejo
O céu e o inferno são um só!
Mulheres que se amam
Doces línguas a invadir
Doces grutas a se abrir
Um orgasmo incutido
Um suor entre os seios escorridos
Corpos entrelaçados!
Lábios do pecado a beijar .
Sou o servo do pecado
Submisso a seus desejos
Para mim não a convite!
A tortura de olhar e o martírio de não tocar é concedida.
As deusas continuam sua louca dança
Uma dança sensual
Um ato carnal
Sem pudor banham-se de amor
Gozos e gemidos
Sussurros!
Orgasmo proferido.
Não me contenho e tento me levantar
Da sua dança quero participar
Com um olhar de repúdio sou contido
Pôr ser homem o meu toque é proibido
Sou servo do pecado!
A tortura de olhar é o meu limite.
EDU
Enviado por EDU em 28/08/2006
Código do texto: T227223
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EDU
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 39 anos
127 textos (9322 leituras)
1 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:29)
EDU