Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LABIRINTOS DA ALMA

A onda do mar me convida para um mergulho
Há um lugar para ser desvendado no oceano
Mergulho como se fosse descobrir um segredo.
O segredo das águas calmas de minha alma

Respiro uma ilusão que parecia morta
Olho, examino e me encontro em ondas dispersas
Ondas sem dimensões, erguidas com a força do mar
A ilusão de um sentido que foi escondido.

Penso um presente, num passado, e mergulho.
O mar causou medo e hoje chora
Quebra a força em mãos que afagam a alma
Acorda-me dos sonhos que nunca vivi.

Caminho em direção das praias calmas
Fecho meus olhos, deixo me ser arrastada.
A brisa em meu rosto deixa apenas uma saudade
Banha meus olhos, e leva minha lagrima.

A noite esquiva leva me a lugares desconhecidos
Meus pensamentos  entrelaça-se em êxtase
Nesse estranho existir, neste não pressentir
Os labirintos da alma se abriram enfim.
LIA
Enviado por LIA em 08/06/2005
Reeditado em 08/06/2005
Código do texto: T23004
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LIA
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
22 textos (1057 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:10)