Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Procura

 Procura

O mundo está só
E barulhento.
Tantas línguas e nenhuma
Que a Terra entenda.

Homens mergulham nas lindas canções,
Para esquecer o som agudo lá fora...
Ó mundo, quadrado mundo,
Cadê a sua peça, que a natureza não rege mais?

O meu desejo e amor sãos,
É pó diante desse chão.
Luto para fugir
Da incerteza que me fadiga
E aspira pela verdade não saciada.

Quero uma simplória razão
Que nasça o regozijo,
Para entorpecer minha tristeza.

Preciso não mais, sem exaltar,
Várias pazes que propaguem
Em meu ser, e que seja
Alva e nada parecido,
Que seja novo.

Almejo amizade de poucas provas,
Provas sem palavras,
Palavras que rompem o silêncio,
Silenciando a soberba.

Mas meus gritos de anseio não ecoam,
No escuro as estrelas lacrimejam
Em vários feixes de luz.

Em silêncio escrevo,
Planto um gesto,
Crio um verso
E deixo crescer meu poema.

Sentimentos em grãos
Perdidos ou soterrados,
Brotam no manto branco,
Onde qualquer dor vira lenda.
 
Nesta sedenta procura,
Fiquei absorto, chocado,
Ao gerar uma poesia hilariante,
Que acordou um humano
Que antes era gente, sentia pena,
Sentia remorso.

Ressuscitei um morto,
Atraquei no porto
Banhado pelo mar Benevolência,
O orgulho envelhecido.

O sangue ainda estava quente,
Ainda não estava disperso.
As mãos renasceram abertas,
Os abraços para abraçar.

Levantou-se calmamente,
Ergueu os olhos à minha fronte,
Beijou meus olhos com o sorriso,
Abraçou a minha robusta capa
E disse às quatro paredes:
Este livro mudou a minha vida!

A minha procura encerra-se,
Na esquina de cada vida,
Nas linhas deitadas no branco,
Molhadas em cada pranto.

E ser eterno,
Mesmo que meu corpo padeça.
Até o livro consentirá o amarelado tempo.
Mas as palavras vão além do borrão de tinta,
Migrarão etéreas para o coração do mundo.


Daniel Pinheiro Lima Couto

01/09/06














































Daniel Couto
Enviado por Daniel Couto em 01/09/2006
Reeditado em 02/09/2006
Código do texto: T230218

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Daniel Pinheiro Lima Couto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Couto
Curitiba - Paraná - Brasil, 34 anos
110 textos (6652 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:04)
Daniel Couto