Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades do novembro

Às vezes é novembro quando olho pra traz
E quando olho pra traz perjuro toda a minha vida,
Manifesto ideal de solidão
E na reflexão de meu ser vejo a dor,
Angustia, sofrimento, mas também vejo o amor.

Em um ponto distante, um ponto minguante,
Mas sei que é amor.
Vejo o dia, à noite.
Vejo um mar de luz com decepções.

Sei que sopro no próximo novembro.
Eu irei rever minhas lembranças outra vez.
Mas espero por todas as novas visões.
Sei que é novembro, mas e daí?
Edmir Junior
Enviado por Edmir Junior em 03/09/2006
Código do texto: T231954
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edmir Junior
Juripiranga - Paraíba - Brasil, 30 anos
83 textos (1735 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:18)
Edmir Junior