Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Vencedor

Muito antes de eu vir pra esse mundo
eu venci um milhão numa corrida
e depois para ter o dom da vida
mergulhei de cabeça o mais profundo
a mistura foi feita num segundo
e vivi nove meses mergulhado
no escuro de um ventre apaixonado
num cantinho, quentinho e seguro
é por isso que eu digo pro futuro
que venci desde quando fui gerado

Eu nasci com a alma toda nua
com o sol irrompendo a aurora
veio um anjo do céu na mesma hora
assistir com a permissão da lua
passarinhos, vizinhos, toda a rua
para ver o bebe recém chegado
o meu pai feito um ser desesperado
no quintal procurando o ar puro
é por isso que eu digo pro futuro
que eu venci desde quando fui gerado

Fui menino sofrido do sertão
o meu pai era um simples operário
muitas vezes o seu pouco salário
não sobrava nem pra comprar o pão
mas sobrava em casa união
muita paz e o amor adocicado
não havia ninguém obcecado
por riquezas do jeito obscuro
é por isso que eu digo pro futuro
que venci desde quando fui gerado

E diante das adversidades
continuo seguindo o meu caminho
pois na vida há rosas e há espinhos
uma dose nos bares da cidade
o amigo que jura a lealdade
vai tornando mais leve o nosso fardo
é por isso que amo e sou amado
pois a vida seria um monturo
é por isso que eu digo pro futuro
que venci desde quando fui gerado.

(poesia popular)



Carlos Medeiros
Enviado por Carlos Medeiros em 04/09/2006
Reeditado em 30/03/2008
Código do texto: T232116

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Caco Passarinho http://www.recantodasletras.com.br/autores/cacopassarinho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Medeiros
Aracati - Ceará - Brasil, 56 anos
45 textos (5257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:49)
Carlos Medeiros