Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não joguem fora os meus brinquedos

Não joguem fora as tampinhas coloridas
e muito menos o meu carrinho de rolimã...
eles representam sonhos, sorrisos e vidas;
sem eles, como voltar a ser criança amanhã?...

Não queiram curar minha febres terçãs
que eram tal como as figurinhas repetidas
que acrescentavam buscas aos meus afãs
em tantas e ansiosas esperas repartidas...

Não joguem fora meu cavalinho de pau...
O tempo é por demais longo, frio e mau
e já muito me falha e titubeia o passo...

Deixem-me envelhacer entre os brinquedos
que sempre me defenderam dos meus medos
e hão de me amparar no meu cansaço !!...
Marinhante
Enviado por Marinhante em 05/09/2006
Código do texto: T233293
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marinhante
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
114 textos (1409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:34)
Marinhante