Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

prosaicos cariocas


as pessoas chegavam ao ponto de ônibus

os relógios digitais informavam

a temperatura da madrugada (17ºC)

o vento empurrado pelo movimento dos veículos

aumentava a sensação térmica

 

as pessoas vinham pela passarela

com jeito de que sabiam para onde caminhavam

no bolso a intervalos sincronizados

o telefone celular apitava

a barraca iluminada vendia café

a fumaça do líquido no ar

 

uma grávida muita magra

a velha senhora gorda

o rapaz de muletas

o eco dos anúncios gritados pelas kombis:

Praça das Nações

Bonsucesso

Largo do Pedregulho

Cancela e Feira de São de Cristóvão

 

o duelo entre as últimas tintas da noite

e as primeiras luzes do dia

o casal de namorados

as palmeiras recém plantadas

o filho conduzindo a mãe

a espera

a alternância dos destinos cruzados.



 Flávio Machado

Flávio Machado
Enviado por Flávio Machado em 07/09/2006
Código do texto: T234770
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Flávio Machado
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 57 anos
3 textos (59 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:06)
Flávio Machado