Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

sem título

como viver o poema
quando tudo que existe
é a triste verdade
da poeira morfada
em versos da física
mal explicada?
   
como tirar do peito
o falso tormento
das ilusões etéreas
da vida forjada
no anseio do
tudo que veio do nada?

como pensar em Deus
que nunca ví a face
a não ser as falsas frases
que adornam a mente
daqueles que dormem?
       
sinto minha carne queimar
por não ter mais nada a dizer

olho pra noite
vejo o desespero

a virgem foi violentada
há versos amargos espalhados

foi o poeta nas letras atado
marcos barreto
Enviado por marcos barreto em 10/06/2005
Reeditado em 10/06/2005
Código do texto: T23703
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
marcos barreto
Curitiba - Paraná - Brasil, 42 anos
15 textos (2567 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:51)
marcos barreto