Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JAZZMIN

Um improviso a suprimir silêncios
abre subterrâneos de varandas
e vara no itinerário do dentro
em desgoverno bom de ser.
 
Agasalha florzinhas em arpejos
e a voz dos haveres brandos
no colo quieto dos aromas
faz morada nos graves
pendurando a tarde no tempo.
Célio Pedreira
Enviado por Célio Pedreira em 11/09/2006
Código do texto: T237854
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pedreira
Porto Nacional - Tocantins - Brasil, 57 anos
10 textos (256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:47)
Célio Pedreira