Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

[Libertos]

Libertos,
há cavalos no vento.

Ouvem-se na voz da brisa.

A tarde deita-se nos penedos,
aguarda o parto das estrelas,
dos cometas.

Os cavalos regressam,
relincham entre a folhagem.

in "O guardador das águas", Mar da Palavra (Portugal), 2005
Xavier Zarco
Enviado por Xavier Zarco em 13/09/2006
Código do texto: T239593
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Xavier Zarco
Portugal, 48 anos
38 textos (1048 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:11)
Xavier Zarco