Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Inédito! Perdi a consulta com minha terapeuta.

Pode parecer estranho para uns, engraçado para outros, e ainda ter os que pensam... Coisas de madame (eu já pensei assim), para mim, pasmem: Inédito! 

É lógico que fiquei muito chateada com o ocorrido, desta vez, não por mim, mas pela minha amiga e terapeuta estar na clínica me aguardando, mas eu simplesmente olvidei esse meu compromisso.

Percebi então o quanto de progresso eu já havia feito e isto inspirou-me a escrever...

A tempestade

Águas agitadas, o uivo do vento,
O fogo dos relâmpagos,
Rasga a escuridão...
Completo abandono.

Ah! Mar bravio!
Estranho monstro!

Náufragos, o que buscamos?
Uma lasca de tábua?
Um galho? Pedacinho de qualquer coisa...
Apegamos-nos a destroços...

Ah! Mar bravio!
Estranho monstro!

Destroços destroçados
Almejamos calmaria
Fortaleza, segurança
E por que não um solo firme.

Ah! Mar bravio!
Estranho monstro!

Passada a turbulência
Silencia a tempestade...

Calmaria

Verde profundo das águas
Céu límpido
Brisa suave
Aconchego...

Oh! Mar, antes bravio,
Fez-me crescer!

Clareza,
Direção,
Forças,
Tranqüilidade.

Oh! Mar, antes bravio,
Mostrou-me o ser!

A dança das ondas,
A areia branquinha,
O voejar das gaivotas,
A beleza da vida.

Oh! Mar, antes bravio,
Faz-me sonhar!

Oh! Mar, antes bravio,
Muitas braçadas para aportar.
Afinal uma certeza
Progresso e Salvamento... 
Oh! Doce Mar.
Beatriz Knorr
Enviado por Beatriz Knorr em 14/09/2006
Código do texto: T240376
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Beatriz Knorr
Cotia - São Paulo - Brasil, 61 anos
43 textos (4475 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:08)
Beatriz Knorr