Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Belezas De Todo Recomeço...

Recomeçar quando a vida aponta milhares de quilômetros ainda há trilhar
Recomeçar quando os corpos se sustentam
Para dias de luta e muitas noites de amor
Recomeçar na primavera e por mais todas as estações em ainda muitas décadas
Recomeçar quando os sonhos parecem estar estacionados numa esquina bem próxima
Recomeçar quando o para sempre não é tão distante e o até breve não tarda
Recomeçar quando na vida tudo é novo...

Recomeçar todo dia,
Recomeçar na travessia
Recomeçar quando os cabelos apontam apenas amostras de uma distante juventude...
Recomeçar quando as faces estampam um semblante de quem na vida muito provou
Recomeçar quando a linha de chegada está mais próxima que a linha do horizonte
Recomeçar quando a beleza externa é uma doce lembrança aos olhos e ao coração
Recomeçar quando as vaidades maiores cedem lugar ao sofá da sala de mãos dadas
Ou nas cadeiras de área nas noites enluaradas...

A lua é a mesma de outrora
O amor é o mesmo de sempre...

Belezas de todo recomeço...

Dedico aos meus pais... Especialmente a minha mãe, que recebe o primeiro raio de Sol pelas manhãs como sua luz para todo dia recomeçar...
ziza Silvestre
Enviado por ziza Silvestre em 14/09/2006
Reeditado em 14/09/2006
Código do texto: T240442

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ziza Silvestre
Ourinhos - São Paulo - Brasil, 53 anos
217 textos (14089 leituras)
1 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:21)
ziza Silvestre