Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verso Proibido

Quero descrever o que sinto
Numa poesia secreta
Onde eu possa deixar de lado
Os preconceitos e rimar
Amor com sabor.

Recitar versinhos sobre teu corpo
Embriagada no teu perfume tão especial.
Dizer dos teus perfeitos traços
E de como eu os vejo.

Contar o que passa por minha mente
Quando do contato entre nossos corpos
O toque da tua pele na minha
Sinto-me tonta só de escrever.

Cheia de desejos
Descrevo teu jeito lindo
Fazendo-me sentir na pele
Um arrepio enlouquecido.

Você que leva a loucuras
Com seu jeito todo especial
De me fazer sentir amada
E me ama sem fronteiras.

Se me olha, me despe
Se me toca, me enlouquece
Teu beijo é um delírio
Que me faz sonhar.

Vou escrever um verso proibido
De um amor sentido
Com dor, calor e sabor
Liberdade penetrada na alma.

Escreverei sem ter vergonha
De expor meus sentimentos
De todo prazer que nos alimenta
O corpo e a alma secreta.

Numa sensação de paz
Comigo e com o mundo inteiro
Relembro o suor dos corpos
Ainda ardentes e apaixonados.
olhosdepoeta
Enviado por olhosdepoeta em 12/06/2005
Código do texto: T24104
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
olhosdepoeta
Piracicaba - São Paulo - Brasil
69 textos (9091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:15)
olhosdepoeta