Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Identidade

"Roubaram minha identidade
literalmente
e nessas horas
confundem-se os verbos
não se sabe o que é ser
já não sei o que é ter

Tudo que quero
é algo que me referencie
alguém que me ampare

ao menos algo que me diga/toque que/como existo/sou

Não sou ninguém me tem
não sei ao certo o que pensar

Não tenho ninguém quem ser
sei aos poucos o que fazer

Ser ter sofrer chorar viver
sem ter com o que sofrer
chorei
tendo sofrido com o que sou
vivi

Neste momento
sou apenas um boletim de ocorrência"
Diego Filipe Araujo Alcântara
Enviado por Diego Filipe Araujo Alcântara em 16/09/2006
Código do texto: T241743
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Diego Filipe Araujo Alcântara
Camanducaia - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
152 textos (7334 leituras)
7 áudios (2204 audições)
1 e-livros (167 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:08)
Diego Filipe Araujo Alcântara