Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VILA COVALESCENÇA


 

As dobras das tardes

invadindo os hábitos

das calçadas viventes

feito tarefa de moça

a ocultar-se.

 

Sobras de olhar

e mãos desprovidas

cadeira sem espaldar

conversas dormidas.

 

Tomo posse da vista

para o benefício da comoção

posto que sou encarregado

em bocados de portos.

Célio Pedreira
Enviado por Célio Pedreira em 17/09/2006
Código do texto: T242368
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pedreira
Porto Nacional - Tocantins - Brasil, 57 anos
10 textos (256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:29)
Célio Pedreira