Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OCEANO (http://letrasporletras.zip.net/arch2006-04-16_2006-04-22.html)

Nada do que me alcance

Está ao lado do que me apura

Nada que me entrelace

Será o véu entre o meu rosto

E a nudez desnutrida de medidas loucas

Nada que me interesse

Será de fato o profundo oceano de sentimentos

E sentir o que não pode ser sentindo

Traduz o medo

De estar revelando perante a poesia

Todos os sentimentos

Que deveriam estar trancados nas gavetas

(...)

Então diante de tantas palavras hoje a poesia estará a brindar a histérica brincadeira de fazer de conta que amar nada mais é do que a loucura insignificante de morar ao lado de um vão vazio.

 

[Bené Chaves] [oapanhadordesonhos.blogspot.com]
Oi, Cíntia: enquanto vc não sai do seu 'oceano', dê um pulinho n'o apanhador e colha novos sonhos, ok? Um beijo de espera...

06/05/2006 22:41

RESPOSTA:
Pode deixar que apareço sim!
 
 
 

 
  [Jorge - retina.flog.oi.com.br]
Puxa Cintia ..... um final meio desesperançado mas incrivelmente bonito. Gostei muito da sua poesia. Bom... estou retribuindo a sua visita ao "retina", qdo puder me visite novamente. Bjão

05/05/2006 17:47

RESPOSTA:
Obrigada, Jorge, apareça sempre!
 
 
 

 
  [OrCa] [jorcas@netcabo.pt] [http://sete-mares.blogspot.com]
Olá... Retribuindo amável visita e partilhando o encanto pelas palavras, ficaremos perto, apesar desse mar todo.

01/05/2006 21:08

RESPOSTA:
Eu é que agradeço pela sua visita!
 
 
 

 
  [Loba]
Um maravilhoso final que reforça ainda mais a beleza do poema. Parabéns, mocinha. Beijos muitos.

01/05/2006 11:24
 

 
  [Cláudio Costa] [clcosta@ipvip.com.br] [http://prascabecas.blogspot.com]
Oceano... faz todo o sentido! Infinito, largo, profundo, surpreendente... só mesmo um poema.

30/04/2006 21:48
 

 
  [Bené Chaves] [oapanhadordesonhos.blogspot.com]
Oi, Cintia: passando aqui à cata de novidades. Olha: tem um conto lá n'o apanhador. Colha o seu sonho, ok? Espero-te! Um beijo cristalino...

29/04/2006 21:50
 

 
  [Carito] [ospoetaseletricos@yahoo.com.br] [www.ospoetaseletricos.com.br]
Belíssimo poema. Ainda que postado acima, assino embaixo dos comentários de Márcia e Bené. Precioso vão vazio... preciosas gavetas no oceano...

24/04/2006 17:56
 

 
  [Márcia] [http://www.tabuademares.blogger.com.br]
eeses versos finais, Cíntia, depois do (...) são brilhantes. um achado. beijo por eles.

24/04/2006 11:55
 

 
  [Bené Chaves] [oapanhadordesonhos.blogspot.com]
Oi, Cintia: muito bom o seu poema, revelando nossos sentimentos através da arte. E que deveriam estar trancados nas gavetas.Sem medo de se aprofundar no escuro do oceano. Beijos sob mar...

23/04/2006 19:17
Cintia Gus
Enviado por Cintia Gus em 17/09/2006
Reeditado em 19/01/2008
Código do texto: T242582
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cintia Gus
Tupã - São Paulo - Brasil
77 textos (2891 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:01)
Cintia Gus