Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sereia

Quero ser asa de vento
Na tempestade de verão
Única e indecifrável
Poeta apaixonada e louca
Tua amante e doce namorada
Carta marinha de todos os mares
Nas minhas coxas saciarei a tua sede
De todas as mulheres
Que amas-te ou ainda amarás
Meus poemas são oceanos
E eu o mar...o sal...o sol
Tenho fome e a garganta
Sedenta por um beijo teu
Uma palavra tua e toda
A sede será saciada
Navega em mim
Sou barco sem velas
À deriva pelo teu corpo
No teu mar de silêncio
Na ilha que chora tua ausência
Chora, chora de saudade.
Na maré alta sou Sereia

Todo meu ser é mar...
É saudade, tanta saudade de te amar

AVênus
Enviado por AVênus em 18/09/2006
Código do texto: T243503

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
AVênus
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
225 textos (3877 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:11)
AVênus