Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De olhos cerrados

Dentro e fora, transborda, corre e cresce.
Não há como conter.
E dentro dessa agonia, dia e noite são iguais.
A loucura, tenra e fria, agora se fez.
Universo palpável.
A tristeza não me alcança mais.
Luz do que há de infinito.
Dentro e fora,
Persevera, trepida e me toma.
Insensata faísca de ilusão.
Sigo sem rumo.
Longe da realidade que degenera.
Longe de mim.
Mari Pinho
Enviado por Mari Pinho em 18/09/2006
Reeditado em 23/03/2014
Código do texto: T243600
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mari Pinho
Salvador - Bahia - Brasil
17 textos (895 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:27)
Mari Pinho