Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trevas




Caí num abismo de trevas, num mar de escuridão,
Nenhum caminho me resta, a não ser o da solidão.
Espinhos crescem em minha alma, morrem flores de meu jardim,
Piores dias virão e este não é o fim, não é o começo porém.
Já estou assim desde que nasci, indo e vindo pelo mesmo caminho,
Poluições e brigas devastam meu destino.
Não consigo despistar meus próprios demônios,
Só consigo lamentar em meu próprio ombro.
Não tenho ombro amigo, verdadeiro.
Tenho sombras e desvios, devaneios.
Além do abismo em que caí, encontrei em mim lanças pontiagudas,
Atravessadas em meu peito, tirando-me o coração.
Esses devaneios sombrios acabam com minha paixão, só resta a ilusão.
Além dos sonhos, os pesadelos macabros em mim guardados.
Além do inferno que habita este meu corpo, o Céu.
Tenho sombras e luzes ao meu dispor,
Talvez prantos e sorrisos sejam o que restou dessa pobre alma.
Dessa pobre alma foi o que restou...
Apesar de plantar árvores da alegria, tenho em minha mente o sumo desertor.
Apesar de amor no peito, foi a dor que me apossou.
Mortos e vivos ainda tem ligações, segredos e revelações.
Pelo silêncio devastador, a amizade se deixou levar.
Pelo silêncio e dor, minha alma se deixou arrastar.
Por montanhas de sangue meu corpo foi tingido,
Um sangue amargo e fedido, mas eu estava ali, ainda em paz
O que agora já não importa mais; se sofro ou se sou feliz.
Só sei dizer uma coisa: estou em trevas.
Foi o que restou de mim...
Dessa pobre alma foi o que restou...
Só as trevas e meus demônios, nem amor ficou...



olha a data-----> 22/09/03

13 anos!!
xD

ô mas eu era macabra... xD~
kkkkk


bju aí pessoal!

bom resto d semana \o
Bianca Grassi
Enviado por Bianca Grassi em 20/09/2006
Código do texto: T245308

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o endereço para contato com o mesmo.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Bianca Grassi
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
161 textos (10166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:22)
Bianca Grassi