Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

[abre-se a fornalha]



abre-se a fornalha
abre-se à palavra
desperta aos dédalos dos sentidos

mas esta é a palavra depurada
corpo de cinza
habitante do ventre do lenho
guardião de sonhos

e a fornalha aberta
para a metalurgia da memória

repara como o malho e a bigorna
esperam
como crianças à boca do forno
o sabor do pão

e as palavras crisálidas
na deflagração das asas
acordam
em seus envoltórios
tecidos a fogo

abre-se a fornalha
abre-se à palavra
na descoberta de um voo
Xavier Zarco
Enviado por Xavier Zarco em 24/09/2006
Código do texto: T247926
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Xavier Zarco
Portugal, 48 anos
38 textos (1048 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:36)
Xavier Zarco