Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTÁS AÍ, EM MINHA NOITE ?

É noite...
Será que estás aí, em minha noite?
A luz se apagou e, seu clarão,
Nos homens e nas coisas, desapareceu.
E tudo me parece cinzento e,
Tudo me parece sombrio...
Tal como a natureza,
Quando o nevoeiro empana o sol
E, encobre a terra...


Tudo me custa, tudo me pesa...
Sinto-me lenta...
Ao despertar, a manhã me oprime...
Pois ela me mostra,
Mais um dia.
Tenho pressa de desaparecer,
Invejo a morte...
Como um esquecimento.


Quisera partir,
Evadir-me
Fugir...
Para qualquer lugar,
Escapar...
Mas escapar a quë?
A ti, aos outros, a mim, não sei...


Mas partir,
Fugir...
Avanço como um ébrio,
Empurrada pela rotina, sem saber,
Repito a cada dia os mesmos gestos,
Sei, porém, que são inúteis...


Chamo e não respondes,
Procuro, e não te encontro...
Tudo abandonei,
Tudo traí...
Pois bem sabes,
Que nem em pensamentos,
Nunca isto aceitei.


Agora, vejo-me só...
Tua ausëncia é meu tormento
É noite, agora,
Estás aí em minha noite?
Onde estás?
Amas-me, ainda ?
Não te deixei para trás ?
Responde-me !
ESTÁS AÍ, EM MINHA NOITE ?


                 LEINECY PEREIRA DORNELES
             Fundadora e 1a. Presidente da POEBRAS-CASSINO/RIO GRANDE
             Membro da Academia Rio-Grandina de Letras


             Do Livro: "SIMPLESMENTE AMORES"
             Editora Scortecci, São Paulo/SP, 1993.
leinecy
Enviado por leinecy em 15/06/2005
Código do texto: T24808

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
leinecy
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 68 anos
239 textos (16771 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:21)
leinecy