Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Utopia

Ai de quem não alberga um ideal
e não sabe atear do fogo a chama
de quem da vida nada mais reclama
do que a mera verdade temporal
 
Ai de quem escorraça a utopia
esvaziando-se de vida aos poucos
dos que nunca foram chamados loucos
porque não deram azo à fantasia
 
Ai de quem não consegue ver estrelas
e em redor tudo o que vê é lama
de quem por baixo seu olhar derrama
e não aponta ao alto para vê-las
 
Ai de quem não consegue vislumbrar
a comédia escondida sob o drama
de quem nessa cegueira chora e brama
sofrendo as suas penas a dobrar
 
Bendito o que abraçando a utopia
ousar distribuir a sua luz
pois desse se dirá um certo dia
que mais leve tornou a nossa cruz
 
( In X Antologia da Associação Portuguesa de Poetas/ano 2002 )
Carmo Vasconcelos
Enviado por Carmo Vasconcelos em 16/06/2005
Código do texto: T25011
Classificação de conteúdo: seguro

Áudio
UTOPIA - Carmo Vasconcelos
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carmo Vasconcelos
Lisboa - Lisboa - Portugal
203 textos (15408 leituras)
62 áudios (7662 audições)
15 e-livros (1368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:33)
Carmo Vasconcelos