Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Fortaleza"

Minha Fortaleza menina
Ninfeta despudorada
Dando-se ao mar
Que te lambe a pele
Que te beija com desejo
Num libidinoso e sedutor ato incessante
Metrópole da luz, que nos cega
Para que não vejamos todas as tuas mazelas,
As tuas feridas
Cidade insone, onde em madrugadas frenéticas
Teus cidadãos lavam suas almas
Numa orgia de corpos e bebidas
Que findam geralmente em tuas artérias, avenidas
Deixando rubras lembranças no asfalto ardente
Fortaleza, que vê crescer em seu corpo
Um câncer que desfigura-lhe a imagem bela
Vista do mar, és de fato uma gigantesca Fortaleza
Vista do alto, és um labirinto infinito
No vão das tuas ruas nuas
A opulência contracena com a miséria
Na tua alma de mãe, há uma insólita esperança
Na tua alma de fêmea, a amante desejada
Fortaleza minha indiscreta menina
Loira morena negra
O teu sorriso cativa o mundo
Enquanto a violência, teu ocaso
Dispara projeteis que tentam apagar
O teu maior brilho.






® Varley Farias Rodrigues

 
Varley
Enviado por Varley em 29/09/2006
Reeditado em 19/11/2006
Código do texto: T252058

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Varley Farias Rodrigues). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Varley
Fortaleza - Ceará - Brasil, 53 anos
127 textos (5448 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:46)
Varley