Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema para um Amor - II

E ainda não me vi em teus olhos
Mesmo sabendo-me em ti
No espanto melífluo da saudade
Que fala a minha voz em teu peito
Diálogo de letras invisíveis
Consumado na grafia silente
Em que se escreve
O idioma dos amantes

É o teu olhar que ocupa
Todas as dimensões do espelho
Em que se mira a minha existência
Entre nós, silêncios tão eloquentes
Que calam todas as palavras inúteis
Naquilo que não revelamos, adivinhamo-nos
No esculpir sorrateiro em que conspiram
As mãos onde ardem todos os segredos
E suspendem em suas linhas nosso destino
Linguagem que se delineia insinuando
O mistério que nos impele

É o teu rosto que se reflete
Feito lume nas minhas manhãs
Descerrando as cores e sonhos
Mesmo quando sou esboço, rascunho
Imagem coberta pela penumbra
Nos dias cansados pela tua ausência
 

Fernanda Guimarães
www.fernandaguimaraes.com.br
Fernanda Guimarães
Enviado por Fernanda Guimarães em 17/06/2005
Reeditado em 25/08/2008
Código do texto: T25249
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Guimarães
Fortaleza - Ceará - Brasil
430 textos (64381 leituras)
9 áudios (1782 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 11:57)
Fernanda Guimarães