Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PESO DOS SONHOS


PESO DOS SONHOS
(Rita Costa 25.06.06 - Rio de Janeiro/RJ)

É sempre assim...
Carrego comigo, belos sonhos.
Que me chegam, trazidos pelas estrelas.
Sempre são enfeitados com laços
Nas cores vivas, do cetim.

E me encantam como magia.
Diante das cores, do brilho, sou euforia.
Mas depois que os laços são desfeitos.
Vejo os sonhos do presente
Virarem passado, destino de agonias...

Talvez, seja uma sina.
De quem é equilibrista de meio-fio.
Ando nele, como nos tempo de menina.
Imaginando sempre nas pedras das ruas...
Que sigo, corredeiras de um rio...

Cresci e nunca cai.
Mas sinto que mesmo sem ter machucados...
Vivo a arder, tenho dores...
Porque o destino transforma em fardos...
Todos os sonhos que trago em mim.


Natureza Poética
Enviado por Natureza Poética em 01/10/2006
Código do texto: T253496

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citando nome do autor, data, local e link de onde tirou o texto.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Natureza Poética
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
43 textos (3204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:30)
Natureza Poética