Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMIGO ETERNAMENTE

AMIGO   ETERNAMENTE
 
 
Dentro de tanta gente,
gente. De nectar agradável.
Dentro de tantos que gritam,
sintam. Vera, o seu falar e calar.
 
 
Dentro dos que procuram teorias,
serias. Sua poesia é fruta preciosa.
deliciosa. E o seu cantar ao vento,
alento. Que canta o retrato da Natureza.
beleza. Seu sentir d' amor,
a dor. Onde a liberdade é suporte,
importe. Você é pura, não vulgar,
devagar. Nas ondas de região serena.
plena. Sua luz é transparente,
quente. Um momento, pós orgasmo,
alçado. No sagrado jardim fervente,
poente. De verdades, e noites refulgentes.
 
 
As bençãos serenas.
As bençãos dos sonhos.
As bençãos dos planaltos.
As bençãos sobem ao Alto.
As bençãos da noite guardiã do fogo.
As bençãos que dão sobressaltos.
As bençãos das lágrimas em jogo.
As bençãos das gotas a gotejar.
As bençãos a molhar de lagrimas.
As bençãos a molhar minha vela-banjo.
Tocando o "souvenir" dos anjos.
 
 
 
 
DON ANTONIO MARAGNO LACERDA
Prêmio UNESCO/poemas
 
www.jornaldosmunicipios.go.to
 
jornaldosmunicipios@ig.com.br
DON ANTONIO MARAGNO LACERDA
Enviado por DON ANTONIO MARAGNO LACERDA em 18/06/2005
Código do texto: T25372
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DON ANTONIO MARAGNO LACERDA
Campinas - São Paulo - Brasil, 79 anos
55 textos (2587 leituras)
2 e-livros (95 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:54)
DON ANTONIO MARAGNO LACERDA