Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

[quando procuras a rosa]



quando procuras a rosa
não é a rosa
que desejas encontrar

outro é o teu ensejo

chamas-lhe rosa por ser mais simples
dar-lhe um nome
e rosa soa bem aos sentidos

é como uma paisagem de van gogh
ou uns acordes de vivaldi

mas bem sabes que não é
a rosa o que demandas

de facto
a rosa é um pretexto
um mero ponto no mapa
por onde te guias

o que pretendes também tem nome
fragrância ou beleza
mas não rosa

esses são nomes indizíveis
dizes
residem sob a pele das sensações

no entanto não cessas
segues o teu caminho
em busca da rosa

mas a rosa é a cidade
talvez a casa
não o sorriso da tua mãe
Xavier Zarco
Enviado por Xavier Zarco em 02/10/2006
Código do texto: T254645
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Xavier Zarco
Portugal, 48 anos
38 textos (1048 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:46)
Xavier Zarco