Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Realidade

De olhos cerrados, silêncio tamanho,
Entre quatro paredes nuas, vazias,
As minhas mãos fechadas, tão frias ...
A alma se evade e não a retenho ...
 

Por cima, uma nuvem, cinzenta, pesada ...
Aos pés, um abismo medonho, sem fundo ...
Eu já não sei se estou neste mundo
Ou num pesadelo que sonho acordada !
 

Ao longe, o trovão ribomba sem dó !
Olho à minha volta, mas estou tão só
E o pavor me leva a querer voltar !


Os olhos abrindo ... Só escuridão !
“É esta a verdade”, diz-me o coração ...
De mim tenho dó ... Já nem sei sonhar !
Cri
Enviado por Cri em 18/06/2005
Código do texto: T25510
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cri
França, 58 anos
30 textos (7245 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:31)
Cri