Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um pouco de THC na cabeça (Viva a artificialidade)

Que toda a beleza da cultura, de um pouco mais de massa cerebral
Incorpore toda a graça do homem, esse ser tão artificial

Porque não entrar num estado de consciência estranhamente ordinário?
Porque não fazer poesia copiando palavras do dicionário?

Que todo azul, todo verde não seja igual
Azul e verde são somente nomes afinal

Pouco me importa saber que você alegre ou triste fez
A mim basta saber que teve vez

Um pouco de THC na cabeça não me faz mal
A não ser que pensar danifique neurônios, inspiração não é prejudicial

Não achem que um papel vale mais que um arquivo de computador
O mundo sempre muda, sempre vai mudar e sempre mudou, mas um som de guitarra
    [sempre soa, sempre vai soar e sempre soou dentro de mim, esse ser assim que sou
Vermelho
Enviado por Vermelho em 19/06/2005
Código do texto: T25933
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vermelho
Salvador - Bahia - Brasil, 29 anos
22 textos (1334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:52)
Vermelho