Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amordilhas

 

Não deites ao mar armadilhas,
nem o queiras amordaçar.
Já lá vai o tempo das marés
e do vaivém das ondas,
ambas fíeis ao exílio das vozes
presas em búzios brancos.


E se hoje navegas pelas dunas
é porque a desfortuna
nos trouxe de mares distintos,
e de horizontes peculiares.
Só o meu orgulho – onde poisa a pátria –
navega serenamente,
e muito exactamente
a um metro sessenta e sete do nível do mar.

Sempre te disse: sou atlântica.




Cristina Pires
Enviado por Cristina Pires em 12/10/2006
Código do texto: T262399

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Pires
França, 51 anos
87 textos (6702 leituras)
1 áudios (37 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:17)
Cristina Pires