Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quero ser gato!


Quero ser gato
Caminhar tranqüilamente
por ruas e becos escuros
nas mais tenebrosas e
também nas belas noites enluaradas

Andar em muros e telhados
Entrar e sair das casas
sem convite e nem adeus
Caminhar no meio fio
Cruzar avenidas
Me arriscar

Quero ser gato
Me embriagar com cheiro, sons, sabores
Enroscar meu corpo em outro
na luta erótica comum aos felinos
Sair à caça, agarrar a presa
e me deliciar, sem pena ou remorso

Depois, voltar pra casa
Dormir sem pressa
enquanto o dia surge
e todos aqueles homens e mulheres
dão início à sua mórbida rotina

Quero ser gato
Ao menor barulho
Abrir os olhos, mas só um pouco
Em segurança, virar de lado com preguiça
E, num breve suspiro,
pegar novamente no sono

E assim passar o dia
Entre cochilos, refeições e brincadeiras
Ao cair da tarde,
voltar a passear tranqüilamente pelas ruas
e reiniciar a mais alucinante
e invejável rotina de um ser vivente
Ah, como quero ser gato!

(Campinas, abril de 2004)
Michele da Costa
Enviado por Michele da Costa em 13/10/2006
Código do texto: T263663
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Michele da Costa
Campinas - São Paulo - Brasil, 43 anos
7 textos (256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:43)
Michele da Costa