Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite, Uma Solidão

Meus olhos se fecharam
buscando te reencontrar no passado.
Um passado que me deu
motivos para sorrir e sonhar.
Meus olhos se fecham
e minha boca se abre
para chamar o seu nome...
minha voz ecoa distante...
e assim se perde
pois tudo é em vão.
Vem a solidão,
e adentra a minha casa
sem pedir licença
invade todos os cantos
e toma de refém
o meu coração.
Sair dela?
Sair de seus domínios?
É assinar um passaporte
para a depressão!
Meus olhos continuaram fechados…
mas agora sem poder falar,
pois estava amordaçado pelo medo.
Busquei-te nas forças
do pensamento.
Passou um tempo
e nem sinal.
Era sim, o meu fim.
Era assim que ficava,
dominado, intacto…
entre quatro paredes,
com inimigos sentimentais
dominando o meu ser!
Adormeci…
E quando acordo
noutro dia…
um bilhete,
jogado ao lado de minha cama
dizendo:
_ À noite eu volto,
pois a noite é a minha satisfação.
Assinado: Solidão!
Dartagnan
Enviado por Dartagnan em 16/10/2006
Código do texto: T265727
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dartagnan
Santos - São Paulo - Brasil, 35 anos
9 textos (219 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:42)
Dartagnan