Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como uma onda...


[Ao mote do comentário de Edgar Alejandro]


Sou onda alta quando em fúria,
chego derrubando o que encontro,
nada me detém, sou pior que luxúria
devastando os de fé, em seu ponto.

Sou onda baixa quando em paz,
numa marola de apenas beijar pés;
brinco, venho, volto num leva-e-traz,
de carinho, geladinho, em cafunés.

Sou ondas altas e baixas no prazer,
chego, molho, derramo e deságuo,
abasteço com o sal suado do querer,
resseco com o mesmo, um desagravo.

Subo e desço de acordo com a lua,
levanto, baixo, pingo em fio de corte,
repasso na areia minha emoção nua,
com meu levante, força e minha sorte.
Maria Quitéria
Enviado por Maria Quitéria em 16/10/2006
Código do texto: T266162

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mquiteria). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Quitéria
São Paulo - São Paulo - Brasil
1098 textos (344672 leituras)
1 áudios (2463 audições)
4 e-livros (3952 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:02)
Maria Quitéria