Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROSAS VERMELHAS

Incrível os feitos concretizados
sob “olhares santos”
ferve o sangue, aumenta adrenalina
ao se permitir intensamente
ser por ser
mercenário do prazer
o sacro se faz profano
no santuário da carne
onde o tempo não existe
onde o id se faz atroz
onde a satisfação é dilatada
e a loucura não é patologia
mas, sintoma de sanidade.

Incrível os feitos concretizados
na plenitude dos tempos
embora limítrofes e humanos
sempre fugidios do óbvio
amordaçados à sede do novo
onde a cadência da vida é fugaz
onde ser perverso
é oscular faces angelicais
onde complexos sonoros
fundem-se ao transpirar dos poros
de corpos que gritam ao ermo
para não serem ouvidos
nem estorvados ao se amarem
ainda que, sob “olhares santos”.

Como lobos famintos, irracionais
profanando a natureza
dissecando rosas vermelhas
raízes, mariposas, ...
Como moscas salientes, libidinosas
cometendo suicídio
ao mergulhar profundamente
numa jarra de sidra...
Como um vírus ingênuo, periculoso
que movido pela excitação
deleita-se como um vampiro
beijando átomos...
No santuário da carne
onde olhares  se deflagram
numa fuga constante do cotidiano
procurando perpassar
os feitos concretizados
nem que seja sob “ olhares santos”.


__________________________________________________________

Título original: SOB "OLHARES SANTOS"
Ducarmo
Enviado por Ducarmo em 17/10/2006
Reeditado em 24/11/2006
Código do texto: T266545
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ducarmo
Tucano - Bahia - Brasil, 38 anos
20 textos (1407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:13)
Ducarmo