Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENSAGEIROS DO AMOR

No delírio dos meus infindos devaneios,
nos dias melancólicos das tuas ausências...
procuro o silêncio das ternas lembranças
que me devolvem tua etérea presença.
 
Pudesse eu de novo mergulhar
no mar de esperança desse teu meigo olhar...
colher graciosos bouquets de abraços e beijos
e enfeitar minh' alma com tua fragrância. 
 
No refúgio da minha confidente solidão
invento novas cores de emoções,
pinto o horizonte de sonhos sem fim,
habitantes secretos... (e)ternos em mim.
 
Escrevo no papel do firmamento
versos de amor que flutuam no vento...
mensageiros de meus infindáveis anseios.
Eles partem em tua permanente demanda
procuram teus recônditos pensamentos...
unidos pelo fio doirado de nossas almas...
entrelaçados pela memória de outros tempos.
 
Nesse reencontro rasga-se o horizonte
e o vento traz-me as tuas mensagens airosas
 que embalam de afagos minh'alma sofrida...
meu corpo estremece em constantes arrepios...
 
Soltam-se suspiros meus que entoam pelo universo
esvoaçando nas brisas que tocam tua essência...
e te levam de novo meus apaixonados versos
declamados no silêncio da nossa memória.
Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 22/06/2005
Código do texto: T26806

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (6828 leituras)
1 e-livros (100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 17:10)
Fanny Estrela